Secretário Carlos Lula visita equipamentos de saúde em Barreirinhas e Paulino Neves

O diálogo permanente do Governo do Estado com os gestores de unidades de saúde, profissionais e pacientes fortalece a assistência em saúde no Maranhão. Desta vez, a visita se estendeu aos municípios de Barreirinhas e Paulino Neves.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, visitou os hospitais Regional de Barreirinhas e de Paulino Neves, na última quinta-feira (15). “O objetivo do governo é continuar acompanhando o trabalho nas unidades, vendo o que pode ser melhorado e estando perto da direção e dos pacientes. Temos uma equipe que faz isso rotineiramente, mas é importante o secretário estar perto também. Dessa forma, conseguimos entender as demandas de cada região”, disse o secretário Carlos Lula.

Nas duas unidades, o gestor estadual da saúde reuniu-se com a direção e ouviu pacientes e profissionais. “É um trabalho visando o bem-estar do usuário do serviço. Nossa missão é cuidar das pessoas e da melhor forma possível, com atendimento humanizado e com carinho. Todos que procuram um hospital não estão em situação agradável, o que tentamos é minimizar a dor e resolver o que pode ser resolvido”, destacou.

Para o diretor administrativo do Hospital Regional de Barreirinhas (HRB), Adler Gomes Leitão, este tipo de iniciativa aproxima o órgão e a unidade da população local, que se sente privilegiada com a atenção recebida. “Mais uma vez o governo Flávio Dino se aproxima do povo e conhece a situação para tentar resolver. A visita o secretário traz benefícios que são de grande impacto para a região”, afirmou.

Nilce Nely Oliveira, diretora administrativa do Hospital de Paulino Neves, concorda e acha necessário, principalmente, para as unidades de menor porte. “Esse olhar mais direcionado para a unidade vai fazer uma grande diferença. Com as melhorias conversadas, teremos uma resolutividade muito grande”, disse.

Acompanharam a visita o deputado estadual Marcos Caldas, a subsecretária de Saúde, Karla Trindade, e a superintendente de Assistência à Saúde, Jamilly Matos Pontes.

UTI

Durante a visita, direção, profissionais de saúde e pacientes comemoravam a assinatura da ordem de serviço para a construção de uma UTI com 12 leitos – 10 de internação e dois de isolamento – no Hospital Regional de Barreirinhas. A ampliação prevê ainda posto de serviços, sala de repouso, vestiários, copa, administração, rouparia, Depósito de Materiais de Limpeza (DML), salas de utilidades, de espera e da família, que servirão a UTI adulta. A área construída será de 440,52m².

Segundo o diretor clínico da unidade, Ronaldo Santos Jacinto Costa, a nova ala será de suma importância para a melhoria dos serviços prestados. “Temos uma Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) de seis leitos, mas precisamos de uma UTI, pois somos um hospital de grande porte. Com a UTI, vamos salvar mais vidas, pois não será preciso a transferência para São Luís”, frisou.

A lavradora Ivone Rocha, que acompanha a sobrinha que deu à luz no hospital, ficou feliz em saber que haverá maior suporte aos pacientes de Barreirinhas. “É muito importante, nossa cidade precisa. A população está muito grande. Tem uma dificuldade de ir para São Luís, as coisas melhoram se ficar por aqui”, afirmou.

Outros Investimentos

Na última quinta-feira (15), os secretários estaduais Clayton Noleto (Infraestrutura), Felipe Camarão (Educação) e Carlos Lula (Saúde) anunciaram o investimento de R$ 20 milhões na região dos Lençóis.

Na ocasião foram assinadas ordens de serviço para melhoramento e pavimentação da MA-315 entre Barreirinhas e Paulino Neves e melhoramento e drenagem da MA-325 entre Barreirinhas e Urbano Santos; além de Mais Asfalto entre os povoados São Domingos e Mangaba. Reforçando a assistência ao município na área da Saúde, a gestão estadual autorizou a construção da UTI Adulta do Hospital Regional de Barreirinhas com um total de 12 leitos, sendo dois leitos de isolamento.

Além dos investimentos em Infraestrutura e Saúde, o Governo do Maranhão continua trabalhando na ampliação do sistema educacional com a assinatura da ordem de serviço para a construção de cinco Escolas Dignas de duas salas, nos povoados de Barreirinhas e Araioses.